Notícias

COMO SÃO AS FESTAS JUNINAS PELO BRASIL?

24 de Junho de 2020

COMO SÃO AS FESTAS JUNINAS PELO BRASIL?

As festas juninas como conhecemos hoje são inspiradas nas festas dos santos populares em Portugal, cujas datas são celebradas no mês de junho (Santo Antônio, São João, São Pedro e São Paulo), mas, atualmente, se tornaram no Brasil um evento multicultural, comemorado em todo o país.

A música e os instrumentos usados (cavaquinho, sanfona, triângulo ou ferrinhos, reco-reco, etc.) estão na base da música popular e folclórica portuguesa e foram trazidos ao Brasil pelos imigrantes. Do mesmo modo, as decorações com que se enfeitam os arraiais também vieram de Portugal, junto com as novidades que, na época dos descobrimentos, os portugueses trouxeram da Ásia, como enfeites de papel, balões de ar quente e pólvora. Algumas brincadeiras, como a dança das fitas e o pau de sebo, também vieram de lá. Já os pratos típicos e as roupas “caipiras” são referência ao povo campestre que ocupou principalmente o Nordeste do Brasil, onde as festas juninas são ainda mais populares.


As maiores e melhores Festas Juninas pelo Brasil

Depois do Carnaval, possivelmente são as festas juninas as maiores representantes da cultura popular do Brasil. Basta ver as imagens das multidões reunidas em anos anteriores para celebrar São João, Santo Antônio e São Pedro, especialmente nos estados do Nordeste!


Campina Grande, Paraíba

Autodenominada como a “maior festa de São João do mundo”, a festa de Campina Grande, no agreste da Paraíba, se estende por nada menos que um mês inteiro, com centenas de atrações acontecendo no imenso Parque do Povo, que sedia o evento desde 1983.

Caruaru, Pernambuco

Na cidade denominada “Capital do Forró”, é de esperar que também dispute-se pelo título de maior festa de São João do mundo. E em Caruaru, no agreste pernambucano, a animação é, de fato, intensa. São CENTENAS de shows acontecendo em vários pólos espalhados pelo município, quadrilhas com até 4 mil pessoas, forrós, festival de comidas gigantes e desfiles que lotam o Pátio de Eventos Luiz Gonzaga.

Aracaju, Sergipe

Durante o mês de junho, a capital sergipana realiza seu evento mais popular: o Forró Caju. Todo ano, cerca de um milhão de pessoas se reúnem na praça de eventos Hilton Lopes, para dançar ao som de sanfonas e zabumbas e assistir a quase 200 shows de cantores, bandas e quadrilhas.

Mossoró, Rio Grande do Norte

Uma das mais tradicionais festas juninas do Nordeste, a Mossoró Cidade Junina, acontece há mais de 20 anos durante o mês de junho na simpática cidade do oeste potiguar.Já na abertura, a tradição impera: o histórico bloco junino ‘Pingo da Mei Dia’ arrasta multidões pelo Corredor Cultural da cidade, com trios elétricos e diversas atrações musicais.

Salvador, Bahia

Se a Bahia quase sempre é associada ao Carnaval, no mês de junho a folia muda de ritmo mas não diminui em nada a animação. A capital Salvador e mais de cem outros municípios promovem uma variada programação de shows e festejos típicos de São João, atraindo verdadeiras multidões. Em Salvador, são mais de 100 shows gratuitos no Pelourinho e no Subúrbio Ferroviário, e toda a cidade se enfeita com intervenções artísticas inspiradas na cultura popular da Bahia.

Bumba-Meu-Boi – São Luis, Maranhão

Uma tradição que remonta desde o século 18 segue firme e arrasta multidões todo ano em São Luís do Maranhão. É a festa do Bumba-Meu-Boi, que começa no dia de Santo Antônio (13 de junho) e vai até o dia de São Marçal (30). Grupos folclóricos de todo o estado se encontram nas ruas da capital maranhense para contar a história da escrava Catirina e seu marido, que precisam ressuscitar o animal que haviam matado. Os integrantes se apresentam ao redor de bois coloridos, num festival marcado por danças e ritmos.

Teresina, Piauí

A cidade de Teresina, capital do Piauí, se transforma em “Cidade Junina” todo mês de junho, e atrai quase 200 mil pessoas para seus festejos de São João. São dezenas de shows musicais e vários grupos de quadrilhas que se apresentam ao público e concorrem ao titulo de melhor do ano. Há ainda trios elétricos, apresentações de humor, casamento comunitário, feira de artesanato e uma variada praça de alimentação com comidas típicas da região.

Festas virtuais em 2020!

As tradicionais celebrações de São João não estão previstas neste mês de junho, mas pode preparar o bolo de milho e o quentão, porque a animação está garantida! Muitos dos grandes centros prometem festejar a cultura brasileira e nordestina de forma virtual, em grandes eventos ao vivo pela internet, com a participação de artistas consagrados e várias atrações super legais, para todo mundo se divertir!

Muitos desses eventos serão realizados com a intenção de arrecadar doações para as famílias afetadas pelo cancelamento das festas, fundamentais para a economia local, portanto, vamos prestigiar! Com muita alegria e um pouco de criatividade, todos poderemos celebrar São João, mesmo que de um jeitinho diferente!